Arquivo da tag: cinema fantástico

Os terremotos são obras de arte nas mãos dos Irmãos Quay

Os irmãos Quay fazem um cinema fantástico como poucos hoje em dia. Eles começaram a produzir curta-metragens de animação em 1979, na Inglaterra, país que adotaram e onde montaram o seu estúdio, o Atelier Koninck, junto com Keith Griffiths.

piano_tuner_of_earth_xl_02

Em sua segunda incursão pelos longa-metragens, os agora sexagenários Stephen e Timothy Quay se superaram e legaram ao mundo um excelente espetáculo visual surrealista, intercalado com cenas de animação em stop motion.

O filme em questão é O Afinador de Terremotos (The piano tuner of earthquakes), uma coprodução entre Alemanha, Inglaterra e França, do ano de 2005, cujo produtor executivo é Terry Gilliam, um fã confesso desses animadores e cineastas gêmeos.

Em O Afinador de Terremotos, os irmãos Quay utilizam uma estética vintage, com fotografia envelhecida em tons escuros (entre o preto, o azul e o ocre), para contar a história de Malvina van Stille (Amira Casar), uma cantora de ópera que, no dia do seu casamento, é assassinada pelo misterioso Dr. Emmanuel Droz (Gottfried John).

O Dr. Droz chama o prestigiado afinador de pianos, Felisberto Fernandez (Cesar Sarachu), à Vila Azucena, seu lar. Informa ao inocente rapaz que a sua missão é afinar sete instrumentos criados por ele, os automata. Quando Felisberto terminar de afinar todos, um forte terremoto será criado, o qual irá coincidir com um eclipse solar, propiciando um momento perfeito para o retorno de Malvina aos palcos.

Enquanto está afinando os automata, Felisberto passa a ter sonhos estranhos, e a governanta Assumpta (Assumpta Serna) lhe fala sobre alguns mistérios que rondam a Vila Azucena, local onde o Dr. Droz mantém alguns “pacientes”, entre eles a própria Malvina.

Não levando em conta a proibição de entrar em contato com os pacientes, Felisberto passa a dialogar com uma mulher solitária, que se encontra, na maioria das vezes, sentada num banco, contemplando o mar a sua frente e chamando por Adolfo. Ele se apaixona por essa mulher e descobre os planos maquiavélicos que o Dr. Droz havia engendrado. A partir daí, fará de tudo para salvá-la.

A narrativa é entrecortada por sonhos que revelam a Felisberto uma outra realidade espaço-temporal, e nesses sonhos há cenas recorrentes, como a de um homem que segura um machado, numa floresta, olha diretamente para Felisberto e dá uma gargalhada. Nessas cenas, o live-action dá lugar a uma animação em stop motion. Essas animações são uma metáfora, informando-nos que todos os personagens são marionetes do Dr. Droz, o qual brinca com as realidades espaço-temporais, numa intrincada teia diabólica para colocar Vila Azucena na história da humanidade.

O Afinador de Terremotos é um drama de fantasia onírico e surrealista que lembra os recentes Máscara da Ilusão (2005), de Dave McKean, O Labirinto do Fauno (2006), de Guilhermo del Toro, e Franklyn (2008), de Gerald McMorrow, além de uma forte influência do cinema de Jan Svankmajer.

Em 2007, os irmãos Quay filmaram Eurydice – She, So Beloved, que mistura ópera, dança, escultura e pintura, permanecendo inédito no Brasil, e o projeto atual é uma adaptação de The Mask, do filósofo e ficcionista polonês Stanislaw Lem (cuja obra mais famosa foi Solaris).

A Europa é bastante receptiva a Stephen e Timothy, cujos trabalhos sempre estão concorrendo ou sendo exibidos em vários festivais de cinema ou participando de alguma exposição em Museus e Galerias. Ano passado, em Lisboa, foi montada uma concorrida exposição chamada Dormitorium: cenários dos filmes dos irmãos Quay, no Museu da Marioneta, exposição essa que também fez parte da amostra Fourth Wall Project, um projeto que visa divulgar artistas que trabalham de forma multidisciplinar, em Boston.

Os irmãos Quay fazem com que o cinema volte a habitar os domínios de Morpheus, fazendo-nos delirar por loucas imagens kafkianas, com uma leve pitada de Lewis Carroll. É altamente aconselhável para fãs de Tim Burton, Terry Gilliam e Luís Buñuel.

piano_tuner_of_earth_xl_01Ficha Técnica:

Titulo original: The Piano Tuner of EarthQuakes

Direção: Stephen e Timothy Quay

Gênero: Drama/Fantasia/Musical

Ano: 2005

País: Alemanha, Inglaterra e França

Duração: 90 Min